[ editar artigo]

COMO OS EFEITOS DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA INTERFEM NO EMPREENDEDORISMO FEMININO?

COMO OS EFEITOS DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA INTERFEM NO EMPREENDEDORISMO FEMININO?

Neste período de pandemia do COVID-19, houve um grande aumento da violência contra mulheres, influenciada pelo isolamento social e intensa convivência, resultando situações dramáticas para elas, como a perda de emprego e o risco de doenças psíquicas.

Atualmente, a desigualdade de gênero é a principal causa de violência contra a figura feminina, no qual se destaca uma relação de incompatibilidade de poder, em que os comportamentos e escolhas são limitadas para a mulher. Sabe-se que, em muitos casos, as mulheres ficam ao lado do agressor por falta de recursos financeiros, constrangimento, medo, bem como para a proteção dos filhos, e sistematicamente, ocorre o feminicídio por desconsiderar a dignidade da vítima enquanto mulher.

Muitas mulheres precisaram se adaptar à nova realidade, executando várias tarefas durante o dia, precisando conciliar os afazeres de casa com o trabalho, sofrendo um grande impasse entre manter a concentração nas atividades de home office e as interrupções do ambiente familiar. Várias trabalhadoras sofreram um grande impacto negativo na crise provocada pela pandemia, sendo muitas demitidas, ou tiveram seus salários reduzidos ou precisaram pedir demissão para cuidar dos filhos ou de parentes com comorbidades.

Portanto, é válido o investimento da política pública no empoderamento feminino voltado para o empreendedorismo e economia, trazendo às vítimas uma nova perspectiva para seguir os seus caminhos, rompendo esses laços de dependência e recuperando o amor-próprio.

 

O assunto é complexo, mas não pode ser ignorado. Assista hoje a entrevista que nossa CEO Priscilia Queiroz, fará com a psicanalista Fabiana Guntovitch, no Webinar que acontece a partir das 18h18, no Instagram @prisciia_queiroz. Esperamos você!

Mulheres que Decidem
Ler conteúdo completo
Indicados para você