[ editar artigo]

Nós criamos a nossa própria realidade

Nós criamos a nossa própria realidade

Você ja se perguntou qual a sua participação na criação da realidade que manifestamos?

Sim você está criando a sua realidade o tempo todo. Seja boa ou Ruim. ( eu sei que muitos Psicólogos Freudianos e teóricos discordam disso, mas eu sou Junguiana e respeito o conceito, mas continuo com as minhas convicções)

Quando o matemático John von Neumann teorizou que a consciência provoca o “colapso” da onda de possibilidade quântica ao escolher e concretizar uma de suas facetas, tal ideia levou o físico Fred Alan Wolf a afirmar: “Nós criamos a nossa própria realidade”.

Esta afirmativa gera muito desconforto na maioria das pessoas que preferem responsabilizar outros pelos seus desacertos na vida.

Abraçar o conceito de criação quântica da realidade, significa se desnudar de conceitos confusos e deturpados da realidade que vivemos.

É importante compreender que nós criamos nossa própria realidade, mas não a criamos a partir de nosso estado ordinário, e sim sob um estado não ordinário de consciência.

o que permite à consciência ser livre agente de causa sem nenhum paradoxo é sua natureza não local.

A consciência é uma e única para todos nós.

E um dos aspectos mais importantes dessa concepção é o poder da nossa intenção.

Mas como desenvolvê-lo?

O fato é que todos nós desejamos coisas por meio das nossas intenções; algumas vezes funciona, mas geralmente não.

Isso ocorre porque estamos no nosso ego quando desejamos. Mas como mudar isso?

Uma intenção deve começar com o ego; é o ponto em que estamos originariamente, local, egoísta, desejamos por todos nós, indo além do egoísmo.

Podemos permitir que nossas intenções tornem-se uma oração:

A nossa intenção precisa ressoar com a intenção do todo, da consciência quântica, então deixe vir à tona a realização.

Lembre-se que desejar não apenas nos mobiliza a ter uma intenção, mas também nos ensina a esperar passivamente.

Por outro lado, se esperamos demais, esquecemos o que havíamos planejado.

Então cessamos a espera e nos colocamos ativos novamente. Assim, o segredo real da manifestação revela-se na alternância entre o fazer e o ser, ao que chamo estilo de vida “do-be-do-be-do” (fazer-ser-fazer-ser-fazer).

Há um segredo final: como sabemos com qual intenção da consciência podemos alinhar a nossa intenção?

A resposta é evolução criativa – a intenção da consciência caminha no sentido de evoluirmos juntos em direção a um bem maior para todos.

~ Amit Goswami

Texto Ivania Rodrigues

Mulheres que Decidem
Ivania Rodrigues
Ivania Rodrigues Seguir

Psicologa Treinadora de Alta Performance, Reprogramadora Mental, Líder Educadora Escola Rede Mulheres que Decidem, MBA em Liderança Feminina, Mestranda em Empreendedorismo e Negócios, Criadora do Treinamento online , Desperte Seu Poder.

Ler conteúdo completo
Indicados para você