[ editar artigo]

O Patriarcado

O Patriarcado

 

O que vc percebe nesta imagem?

Esta é uma imagem da família na época do Brasil escravagista. A posição do senhor era à frente, filhos atrás dele a esposa atrás dos filhos e à frente das escravas.

Qual era o papel da mulher nesta sociedade?

Era dar filhos, não tinha voz e nem lugar. Um Ser que não era permitido a expressão, apenas uma existência para servir ao Senhor, e gerar filhos. De preferência filhos homens, para sucederem ao pai, já que a mulher era vista como incapaz. Filhas mulheres poderiam render em aumento de patrimônio através dos casamentos arranjados. 

Mulheres foram destituídas de seu poder, o poder sobre seu corpo, o saber intuitivo, sua medicina, impedidas de estudar pois era perigoso uma mulher querer saber de mais, foram feitas para obedecer!

O quanto  ainda vivemos sob os reflexos desta sociedade patriarcal onde as mulheres ainda estão destituídas de seu poder? 

Pouco conhecem de seu corpo, dos seus órgãos sexuais, seu ciclo, pois fomos condicionadas à receber sem questionamentos o que é sutilmente e as vezes nem tão sutilmente decidido o que é certo para nós.

Aprender sobre o nosso corpo rompe uma linha que foi traçada de separação da mulher com ela mesma. Quando nos tornamos detentoras do nosso corpo, podemos escolher o que desejamos, seja desde um método de contracepção, se desejamos ou não gestar um outro Ser, escolher o a forma de parir, escolher poder envelhecer sem se sentir culpada ou menosprezada, etc..

A informação nos dá o poder de escolha. O autoconhecimento é primordial para quem deseja ter poder de escolha, e assim não ser manipulada por aquilo que querem que consumamos.

Podemos mudar uma realidade medíocre a partir de nós, pois por mais avanços que tivemos em ocupar o nosso lugar no mundo, ainda temos muito o que curar em nós, que ainda nos faz muitas vezes estar submissas seja em um relacionamento afetivo, no profissional, dentro da família, e de uma sociedade.

Está na hora de neutralizar as polaridades, o feminino e o masculino, pois estes são expressões de um mesmo aspecto, um existe no outro, o auge do crescimento de um cede para dar lugar ao outro, e assim não existe dominância. 

Guacyra Mazariello

Terapias Integrativas na Saúde da Mulher

Mulheres que Decidem
guacyra mazariello
guacyra mazariello Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você