[ editar artigo]

O que a Filosofia Tolsteca ensina? Dá pra aplicar na vida empreendedora.

O que a Filosofia Tolsteca ensina? Dá pra aplicar na vida empreendedora.

Quando soube que a Juliette, ex BBB tinha um guru de literatura, fui pesquisar. Na verdade, quis entender o que significava filosofia Tolsteca e assim cheguei aos 04 compromissos que todo ser humano precisaria integralizar dentro de si.

Fiquei feliz demais quando li sobre eles porque me vi em cada um mesmo sabendo que agia inconscientemente,  e vou explicar como, no texto abaixo. Seguuuuura que vem textão. 😛

1o compromisso: SEJA IMPECÁVEL COM A SUA PALAVRA

Aqui me conecto com a frase de Jesus: “...a boca fala daquilo que o coração está cheio...”. A maior ferramenta que possuímos é a palavra e ela tem dois gumes. Assim como ela te liberta ela tb te aprisiona. Por isso deixei de falar coisas como: “não tenho dinheiro...”; “estou muito ansiosa por...”, “nunca tenho sorte em nada”, “quanto mais trabalho mais me realizo...”

Palavras têm poder e o poder que exerce é pq nosso cérebro é burro o suficiente e interpreta tudo ao pé da letra.

CUIDE DO QUE VERBALIZA!

 

2o compromisso: NÃO LEVE NADA PARA O LADO PESSOAL

Ele fala que o que quer que aconteça com você nunca tome pelo pessoal. Estou super desenvolvendo esta habilidade. Ainda mais pq trazemos na raiz da nossa ancestralidade o “vitimismo vira-lata brasileiro” piorando ainda mais os nossos sintomas profundos.

Hoje tudo que chega pra mim de feedback, penso logo: “avalie, interprete, aceite e lembre que boa parte não é sobre você é sobre ela/ele”.

Posso confessar? Mudou a minha vida.

 

3o compromisso: NÃO TIRE CONCLUSÕES

Dos quatro acordos este foi o que mais me conectei! Todo mundo que me conhece sabe que falo sempre quando alguém chega pra mim e fala:

"Então Pri, eu acho que aquela pessoa ou aquela coisa que..."

Todo mundo é formado em ACHOLOGIA. Você tem certeza do que você está me trazendo ou falando? Você tem provas que isso é real? O fato de que quando não levamos os acontecimentos para o lado pessoal deixamos de criar veneno emocional e lixo tóxico em nossas mentes. Aquela pessoa não virou a cara porque eu ou você fizemos algo errado, mas sim porque ela devia estar ocupada em seus pensamentos e não nos viu passar. Seria deixar o ego de lado e entender que um “bom dia” meio torto não tem a ver comigo ou com você, sabe?

Para o autor Ruiz, é importante sair do campo da imaginação. Ao invés de tirarmos conclusões, ficarmos no campo das suposições e, o que é pior, acharmos estar certos sobre a realidade, devemos perguntar ao outro.

Achei sensacional isso!!!! Eu inclusive aplico esta regra quando aquele serzinho de luz lá de cima volta pra mim com estas questões e eu devolvo pra ela, dizendo: “se você acha que sabe, ou supõe algo porque ouviu falar, então, a verdade é que você não sabe”. E se você não sabe, para que perder tempo supondo ou imaginando? Talvez seja a Achologia agindo, hein?

4o compromisso: DÊ SEMPRE O MELHOR DE SI

Dá pra pensar neste aqui se a gente não interiorizar verdadeiramente os outros três de cima? O "melhor" sempre vai depender do nosso estado de espírito, de como a gente se vê e como vemos a nossa realidade do presente e os sonhos do futuro.

O melhor sempre evolui a medida que vamos evoluindo internamente também fazendo com que a gente fique mais leve com o que chega e mais seletivo com o que devolvemos ao mundo.

Quero terminar este artigo com um pacto. Um pacto que você poderia fazer não comigo, longe de mim, risos, já tenho pactos demais comigo mesma (risos), mas com você mesma!

Que tal depois de ler os quatro compromissos do autor mexicano Don Miguel Ruiz que trouxe no livro "Os quatro compromissos - o livro da Filosofia Tolsteca", insights extraídos de uma civilização anterior dos Astecas e que é suuuuper atual, criando em você este pacto sugerido aqui por mim:

  • Acorde todos os dias pensando o que faria o seu dia mais feliz;

  • Já agradeça por pensar isso e reconheça as coisas óbvias como andar, sentir cheiros, falar, ouvir;

  • Tudo que chega pra você do outro afirme sempre "é seu e não meu"em pensamento e seja sempre muito cheia de compaixão pelo que o outro está dizendo;

  • Adore sua vida e procure fazer a cada dia um dia melhor sendo interessante para os que te rodeiam e não interesseira;

  • Treine tudo que puder o máximo e com a maior frequência que puder também encarando desafios como oportunidades de melhorias contínuas. Aqui: treino é tudo. Tudo é treino se aplica forever!

Viva seu pacto com leveza e não se torne escrava de suas decisões e escolhas, como aprendi no Vale do Silício: fez não funcionou, pivota e segue a vida.

😉

PRISCILIA QUEIROZ

RMQD

Mulheres que Decidem
Priscilia Queiroz - Mulheres que Decidem
Priscilia Queiroz - Mulheres que Decidem Seguir

CEO da Escola Rede Mulheres que Decidem e Presidente do Instituto Rede Mulheres que Decidem empresas que compõem a marca RMQD. Sou mentora em vendas, palestrante e apaixonada por pessoas e conexões.

Ler conteúdo completo
Indicados para você