[ editar artigo]

STARTUPS ATINGEM RECORDE DE INVESTIMENTOS E AQUISIÇÕES NO BRASIL

STARTUPS ATINGEM RECORDE DE INVESTIMENTOS E AQUISIÇÕES NO BRASIL

Observar o mercado de startups é garantia de surpresa para quem conhece a situação da economia do Brasil. Os investimentos recorde, as aquisições recorrentes de startups e o volume de capital direcionado para negócios inovadores parece em descompasso com a realidade.

O Brasil enfrenta efeitos da pandemia - aliados a outros fatores - em sua economia: inflação em alta, subida nas taxas de juros e recuo do PIB. A inflação acumulada no ano passa dos 9%, a SELIC (taxa básica de juros) está em 5,25% a.a. e o PIB recuou 0,1% no último trimestre.

A inflação e o recuo do PIB podem gerar desestímulo ao investimento, principalmente os de risco, por haver maior vontade de proteger o patrimônio. Enquanto a alta da SELIC também leva mais pessoas para os investimentos em renda fixa, que ficam mais rentáveis, superficialmente - é preciso levar em conta a rentabilidade real, ou seja, a taxa de juros descontando a inflação do período.

 

Ainda assim, as empresas estão comprando (M&A) mais startups que nunca e os investimentos em startups batem recordes. Somente no primeiro semestre de 2021 foram US$ 56,8 bilhões transacionados em operações de M&A (fusões e aquisições). Número oito vezes maior do que o mesmo período de 2020. Uma pesquisa realizada pela ABES, BR Angels e Solstic Advisors, indica que a tendência é de ainda mais crescimento para o setor: 50,5% dos empreendedores e executivos entrevistados planejam realizar M&As nos próximos 12 meses.

Conheça mais em https://bit.ly/39voRpP

TAGS

empresas

Mulheres que Decidem
Ler conteúdo completo
Indicados para você