[ editar artigo]

Criatividade nos Negócios, você pode ter. Basta exercitar!

Criatividade nos Negócios, você pode ter. Basta exercitar!

O grande diferencial nos negócios é ser criativo. Qualquer empresa pode ser criativa, independentemente de seu segmento, produto ou serviço. Quando você aplica criatividade e inovação a todos os aspectos do seu negócio, você é capaz de ficar à frente de um mercado em constante mudança.

Qual a importância da criatividade para os negócios?

A competição no mercado de trabalho faz com que a criatividade seja algo crucial. Ela é que alimenta grandes ideias, desafia o modo de pensar do time e abre as portas para novas oportunidades. A criatividade nos negócios deveria ser a primeira coisa a ser priorizada pela liderança.

Muitas marcas que já não sabem mais como ser criativas, vão atrás de “experiências”.  Afinal, experiência gera lembrança. E se for algo gostoso, que deu prazer, vontade de “quero mais”, já se tornou criativo, pois será inesquecível. Gosto de usar o exemplo da Starbucks. A grande preferida de muitos adolescentes do momento (não só deles, é claro!). Cito adolescentes porque tenho uma filha “teen” que ama ir a essa cafeteria com os amigos. E não porque tem o melhor café. Ela, seus amigos, os clientes, procuram mais que as bebidas, vão pelo ambiente, pela experiência.

Criatividade é o caminho para o sucesso. Ela traz melhora no processo para resolução de problema, impulsiona a inovação e aumenta a produtividade. Uma grande vantagem competitiva.

Qual é a diferença entre criatividade e inovação?

Criatividade e inovação não podem ser medidas. O desempenho, sim.  Já li muita definição que criatividade significa uma nova ideia e inovação a aplicação de uma nova ideia. Eu discordo. Como se a criatividade não tivesse uma ação, ficasse apenas no campo imaginativo. Criatividade tem atividade até no nome. Por isso acredito na criatividade com ação, ou melhor, criação.

Porém, o que diferencia criatividade de inovação é o impacto que a criação terá na vida das pessoas. Algo criativo pode ser apenas bacana, interessante, mas não ser inovador. Mas uma coisa é certa: para ser inovador, é preciso ser antes criativo.

Empreendedora, é preciso ser criativa para encontrar novas maneiras de fazer as coisas. Senão, você estará presa fazendo tudo da mesma maneira antiga. Como esperar resultados diferentes, fazendo sempre as mesmas coisas? Você vai acabar copiando seus concorrentes, muitas vezes sem perceber, em vez de criar ideias originais que lhe ajudarão a crescer, além de seus concorrentes. Com um pouco de criatividade, você pode criar melhores maneiras de desenvolver produtos, conectar-se com os clientes, comercializar seus negócios e criar promoções. Em vez de copiar seus concorrentes, você terá suas próprias ideias.

Dicas para exercitar e aumentar a Criatividade:

Esqueça a ideia de que não tem aptidão para ser criativa. É possível treinar algumas estratégias que ajudam aumentar a capacidade de criatividade nos negócios. Parece difícil, mas não é. Apenas um exercício que requer esforço, treino, mudança de hábito e prática. Algumas dicas que aprendi com o tempo e que eu ainda exercito:

  1. Faça uma pausa para “arejar” as ideias. Uma das melhores coisas que pode fazer para dar um tempo é caminhar. Isso muda o cérebro para outro lugar e ajuda a ser mais inovador e criativo.
  2. Expanda com frequência seu conhecimento. Leia coisas que você normalmente não lê. Conhecimento nunca é demais e ajuda muito no processo criativo de qualquer pessoa. Busque conhecimento em áreas que sejam diferentes do seu trabalho do dia a dia também.
  3. Abra sua mente. Uma das coisas que nos deixam cansadas durante a nossa rotina diária e dificulta o processo criativo é fazer sempre as mesmas coisas. Saia da zona de conforto e busque experiências diferentes.
  4. Escolha um hobby diferente para praticar ou então, conheça um restaurante (um salão de beleza, uma padaria, um supermercado) novo quando for sair, ao invés de ir sempre no mesmo. Mude o trajeto da casa para o trabalho ou para levar um filho à escola. Mude sua rotina.
  5. Organize a “casa”. Organize sua caixa de e-mails, suas mensagens no WhatsApp (priorize o que é importante, urgente ou desnecessário, fútil...), deixando o ambiente de trabalho em ordem, evitando acumular muitas atividades.
  6.  Seja sempre bem informada, seja por meio de internet, como: jornais impressos, revistas, livros, cursos e até filmes e peças de teatro.
  7. Monte um time que seja comprometido a criar algo diferente, disposto a mudar as regras do jogo a qualquer hora. A grande dica para estimular a criatividade é fazer com que os seus colaboradores se sintam livres para ter ideias e criar coisas novas. Comprovadamente um ambiente onde estimula as pessoas darem suas ideias, é muito mais criativo. O seu papel como empreendedora vai muito além de entender como ser criativa, mas saber criar esse ambiente de forma efetiva.  Novas ideias podem vir por meio de um brainstorming ou “toró de parpites”. Essa é uma das práticas mais comuns no processo de gerar ideias inovadoras!
  8. Arrisque sem medo de errar. Arriscar, errar e aprender faz parte do processo. A criatividade é construída por meio de experiências pessoais e do âmbito profissional – inclusive os problemas que vivemos e conseguimos superar.
  9. Seja curiosa e questionadora. Há um velho ditado que diz que “quem procura acha”! E acha mesmo! Basta ser curiosa e não se contentar com as primeiras respostas que encontra ao pesquisar um assunto.
  10. Aprenda com a História. Tem muita coisa a nos ensinar a respeito de como ser mais criativa. Afinal, ela tem vários exemplos de pessoas que construíram grandes benefícios para a humanidade, de forma significativa e também de outros empreendedores que são inspiradores e que você já conhece.

Conclusão:

Qualquer pessoa pode ser criativa. Nem sempre a criatividade virá de alguém do Marketing, de Publicidade, da turma da Criação. Um advogado pode propor uma saída criativa para um problema jurídico, a pessoa do Financeiro pode sugerir uma forma de pagamento para trazer novos clientes ou um estagiário pode dar uma ideia de um aplicativo que vai trazer alguma produtividade. É equivocado afirmar que a ideia criativa ou inovadora precisa ser complexa ou tecnológica. Muitas vezes, ser criativo está nas coisas simples. Gosto de uma frase de Leonardo da Vinci em que dizia: “a simplicidade é o último grau de sofisticação”.

E para finalizar, quanto mais criativa for sua marca ou sua empresa, mais sucesso alcançará. Em vez de buscar o tempo todo uma nova grande ideia, foca em trazer criatividade e inovação para o que já existe atualmente. Quando fizer isso, não precisará mais seguir modelos, pois você será aquela em que seus concorrentes estão tentando copiar.

 

Criatividade nos negócios

Ler conteúdo completo
Indicados para você